• Multioffice Escr. Virtual

Por Que Algumas Pequenas Empresas Não Decolam?

Atualizado: Mai 7


Os Grandes Também Começam Pequenos. Quase todos os empresários começam pequenos.

Oi tudo bom, como estão os negócios? Esperamos que tudo bem!

E para dar nossa parcela de contribuição, mais uma vez a empresa Multioffice Escritório Virtual coloca à sua disposição um relevante tema relacionado com o universo empreendedor.

Antes, gostaríamos de falar um pouquinho sobre nós.

Estamos no mercado de escritório virtual e coworking no Recife há mais de duas décadas e também nas cidades vizinhas de Olinda e Paulista-PE.

Nosso propósito é de auxiliar empreendedores e empresas de modo geral.

O que fazemos então?

Proporcionamos em três endereços uma completa infraestrutura de escritórios já montados e mobiliados que inclui desde salas executivas a salas compartilhadas (coworking).

Um ambiente totalmente preparado para pessoas que estão iniciando no mercado, seja em equipe ou solo.

E também para pessoas que já tem uma empresa estabilizada.

Portanto, não importa quais das duas opções você encontra-se inserido.

Se é um profissional solo ou se trabalha em equipe.

Fato é que você pode reduzir drasticamente os seus custos com escritório em mais de 80%.

Consulte-nos para maiores informações e orçamento.

Marque uma visita sem compromisso, conheça os nossos planos e serviços agregados e comprove as várias maneiras que podemos ajudar o seu negócio a se desenvolver, não importando o seu tempo de mercado.

Temos uma equipe com expertise suficiente para lhe dar todas as orientações necessárias e contribuir para o seu negócio deslanchar e os seus custos diminuirem.

Bem,vamos começar com o nosso tema da vez contando uma curiosidade histórica.

Você conhece o coelho Oswald?

Foi a partir dele que surgiu esse aqui:

o Mickey Mouse.

Ah, esse tenho certeza que você conhece.

O que você é muitas outras pessoas de várias gerações, desde quando surgiu esse personagem há décadas atrás, não deve saber é como Oswald foi diretamente responsável pelo surgimento do Mickey.

Isso foi há quase 100 anos.

Veja que interessante.

Era década de 1920, nossa, faz muito tempo, quando Walt e seu irmão Roy decidiram abrir um escritório de animações.

Eles começaram a vender essas animações para uma outra companhia.

Foi assim que surgiu Contos de Alice e Oswald, o coelho sortudo.

Como já deu para perceber, o personagem que não é tão conhecido quanto Mickey Mouse.

Mas o fato é que o sucesso das animações feitas por Walt foi enorme.

Logo, a companhia que comprava seus desenhos começou a ter lucro.

Muito bom, não é?

Era aquela época em que os desenhos animados eram feitos quadro a quadro em papel.

Ou seja, tudo muito manual, afinal de contas era na década de 20.

Veja só que curioso: depois, uma câmera gravava as folhas de papel em movimento, fazendo nossos olhos acreditarem que o desenho também se movimentava.

[Dica: se você fizer isso em casa, vai perceber como foi o início dos desenhos animados!]

E isso começou a fazer enorme sucesso.

Foi, então, que Walt tentou renegociar o contrato, a fim de obter mais lucro também.

E foi nesse momento que o mais inesperado aconteceu.

Por conta da venda de suas animações, Walt já tinha montado uma pequena estrutura, contratado funcionários e montado uma linha de produção de animações.

A companhia conseguiu não só negar a proposta de aumento dos pagamentos ao escritório da família Disney, como realizou uma manobra quase fantástica e fez Walt e seu irmão perderem os direitos autorais dos seus próprios desenhos.

Veja só você que absurdo.

De repente, o chão se abriu.

Nunca mais Walt poderia desenhar Oswald, o coelho sortudo.

E era ele quem mais dava dinheiro ao seu negócio.

Mais do que isso, a manobra fez com que Walt Disney perdesse tudo.

Não sobrou nem seu mais pobre nanquim, a caneta que usava para desenhar.

Ele teve que demitir os funcionários e fechar o escritório.

Pois é… Oswald também foi responsável pela situação de penúria pelo qual passou Walt Disney no início da carreira.

Depois confira também esse outro tema postado anteriormente:

O Que a Nespresso Fez Que Você Também Pode Fazer


Walt Disney ficou sem absolutamente nada.

Entrou numa depressão profunda e ficou alguns dias na rua, vagando.

Seu “melhor amigo” nesse período foi um rato.

Ele conversava diariamente com o rato. Alimentava-o.

E chorou copiosamente quando o rato foi esmagado acidentalmente pelo carro do lixo.

Chorou tanto que decidiu dar um ponto final naquela situação.

Respirou fundo e reuniu todas as forças.

Foi até seu irmão Roy e reorganizou as coisas.

Chamaram um amigo, Ub Iwerks.

Os três, juntos, colocaram a mão na massa e criaram a carinha do personagem que a partir daquele momento iria fazer história.

Walt Disney decidiu recomeçar.

Pensou em estratégias diferentes e foi ousado.

E montou um império.

Os Grandes Também Começam Pequenos

Entendeu?

Todo grande empresário, independente do ramo de atividade, certamente tem uma história para contar.

Histórias que muitas vezes passam por períodos de incertezas, falta de apoio moral e financeiro e etc.

Como Walt Disney, basta pesquisar que nos deparamos com histórias de grandes empreendedores ao longo de vários e vários anos, cujo qual sofreram as mais profundas decepções nos negócios até chegar ao ápice do sucesso e fincar definitivamente o seu nome por gerações.

Quase todos os empresários começam pequenos.

Você, seu vizinho, um familiar seu… Todos começaram pequenos.

Até Walt Disney.

Mas você sabe o tamanho do império de Walt Disney? É até difícil de mensurar.

Produções de cinema e televisão.

Parques temáticos.

Produtos licenciados.

Uma infinidade de coisas, não é mesmo?

Mas é isso mesmo que você está lendo… Ele começou com zero dólares, em uma pequena salinha.

Ele investiu tudo o que tinha em seu escritório de produção de animações e levou uma puxada de tapete da empresa que comprava seus desenhos.

Perdeu tudo.

Ficou na rua.

E recomeçou do zero. Com, de novo, ZERO dólares.

Mas o que você nem imagina que essa é a dor da maioria dos empreendedores brasileiros.

Ter pouco ou nada para começar um negócio e conquistar clientes.

Mas, mesmo com uma montanha de dinheiro, muitos pequenos negócios patinam, patinam e passam anos tentando achar um lugar ao sol.

Quer Saber Por Que Pequenas Empresas Não Decolam?

“Eu não tenho dinheiro”, é a resposta que mais se escuta.

Se você acha que o dinheiro é o motor que faz as pequenas empresas serem bem-sucedidas, você está redondamente enganado.

Claro, não vamos usar de hipocrisia e achar que o dinheiro não ajuda, ao contrário, contribui muito para o sucesso dos negócio.

Porém, é preciso entender que o dinheiro não é tudo. Não é garantia de sucesso.


Pessoas investem rios de dinheiro num negócio e terminam sem nenhum retorno.

Isso, infelizmente é um fato presente na vida de muitos que entram no universo empreendedor.

Obviamente que existe o outro lado da história, aqueles que conquistaram seus objetivos mesmo com muito suor e trabalho.

Indo mais a fundo, existem empreendedores que iniciaram um negócio praticamente sem nenhum recurso financeiro.

Mas independente de qualquer coisa, é primordial buscarmos conhecimento não só relacionado a técnicas de execução daquilo que sabemos fazer (ou nos propomos a fazer), mas também adquirirmos conhecimentos relacionados a gestão e planejamento do negócio.

Fique atento ao nosso blog e obtenha informações relevantes para o seu dia a dia como empreendedor ou futuro empreendedor.

Aproveite e conheça também esse outro assunto postado anteriormente:

Como os Web Designers e Afins Podem ser Mais Produtivos Usando os Serviços de Escritório Virtual


Somos empresa associada: Associação Nacional de Coworking e Escritórios Virtuais

#escritoriosemrecife #escritóriosinteligentesrecifepe #saladeeventosrecife #preçoescritórioVirtual #domicíliofiscalolindaPE #domicíliofiscalrecifePE #escritoriovirtualemrecife #coworkingemolinda #escritóriomobiliadorecife

ANCEV Associação Nacional de Coworking e Escritórios Virtuais

© 2018 - Multioffice Escritório Virtual | Rua Silveira Lobo, 32 - Casa Forte - Recife - PE | CEP: 52061-030