• Multioffice Escr. Virtual

Um escritório virtual pode ser usado para registrar um negócio?

Atualizado: 20 de Ago de 2019


Proprietários de pequenas empresas que optam por usar seu endereço residencial para registrar seus negócios podem se ver envolvidos em problemas...


Preparado para mais uma dica da empresa Multioffice Escritório Virtual?


Se você está chegando aqui no nosso blog agora, que bom, seja bem-vinda (a).


Constantemente nos esforçamos para levar aos nosso leitores conteúdos de qualidade no qual possa contribuir no desenvolvimento de todos.


Por tanto, fique ligado aqui no blog da empresa Multioffice Escritório Virtual.


Aliás, estamos há mais de 20 anos no mercado pernambucano, especificamente com presença nas cidades de Recife, Olinda e Paulista-PE.


Contate-nos para maiores informações e orçamentos sem compromisso.


Muitas pequenas empresas presumem que precisam de um endereço de correspondência físico para registrar seus negócios.


Isso deixa duas opções: 


A primeira é usar o endereço de casa deles. A segunda é encontrar espaço de escritório permanente que vem com um endereço físico. Mas nenhuma delas pode ser uma boa opção.


Problemas de registro com um endereço residencial


Proprietários de pequenas empresas que optam por usar seu endereço residencial para registrar seus negócios podem se ver envolvidos em problemas.


A seguir, alguns dos motivos pelos quais os proprietários de empresas não devem ou não podem usar seus endereços residenciais:


1. Perda de benefícios


Uma das razões pelas quais os proprietários de pequenas empresas registram seus negócios é separar seus ativos pessoais de seus negócios.


Especificamente, formar uma empresa de responsabilidade limitada ou corporação protege os bens pessoais de um pequeno empresário.


Mas um pequeno empresário pode perder os benefícios da ou corporação se o sistema judiciário considerar que os negócios e as atividades pessoais estão interligados.


O pequeno empresário de repente poderia ser pessoalmente responsável por dívidas de negócios, penalidades e outras obrigações.


2. Proibido por regras de locação


Em alguns casos, os proprietários de pequenas empresas simplesmente não podem usar seus endereços residenciais como um endereço comercial.


Notavelmente, algumas comunidades de apartamentos e condomínios podem ter políticas documentadas que são construídas em contratos de arrendamento e comunitários que proíbem os residentes de operarem empresas fora de suas casas.


Mesmo as comunidades domiciliares unifamiliares às vezes proíbem escritórios domésticos em seus regulamentos.


3. Proibido por ordenanças de zoneamento.


Alguns municípios têm códigos que restringem ou proíbem os proprietários de residir em operar uma empresa comercial - ou certos tipos - de sua residência. 


4. Perda de privacidade pessoal.


Registrar uma empresa com um endereço residencial significa que a empresa deve usar esse endereço em contratos legais e outros acordos com clientes.


Isso expõe informações pessoais que muitos empresários não querem revelar.


Os clientes podem aparecer na porta de uma pequena empresa e geralmente sabem quando e quando você não está em casa (um possível problema de segurança).


Mas é mais do que apenas os clientes saberem onde você mora.


Formando uma empresa ou corporação requer um agente registrado no estado em que a empresa está a operar.


Documentos importantes, como avisos legais, informações fiscais e documentos governamentais, são enviados para o endereço do agente registrado.


Empreendedorismo: O Porquê Dos Clientes Dele Sempre Voltarem Enlouquecidos Para Comprar Mais Pares De Tênis


Alugar um espaço de escritório permanente elimina os problemas acima quando você registra uma empresa a partir do seu endereço residencial.


É verdade!


Mas com um espaço de escritório permanente vem outros problemas. A seguir, alguns dos mais prevalentes:


1. Maior custo, margens menores.


Alugar um espaço de escritório permanente não é barato.


De fato, estudos mostram que mais de 10% de uma receita de pequenas empresas podem ser alugadas e mantidas no escritório.


Isso pode fazer ou quebrar muitas empresas - especialmente quando elas estão apenas saindo do portão.


2. impressão de marca.


O espaço do escritório em locais que transmitem uma ótima impressão de marca normalmente tem um alto custo de locação.


O ditado, "Você recebe o que você paga" é bastante apropriado aqui.


Assim, para muitas pequenas empresas, garantir um espaço de escritório permanente em um local que tenha a associação de marca que desejam está em uma faixa de preço além do que eles podem pagar.


3. Não é o espaço certo para reuniões de clientes e parceiros.


Locais de escritórios permanentes para pequenas empresas geralmente têm espaço inadequado para reuniões de clientes e parceiros. 


O que procurar em um escritório virtual


Em vez de registrar seus negócios com seus endereços residenciais ou garantir um espaço de escritório permanente, muitas pequenas empresas optam por usar um escritório virtual.


Na maioria dos casos, os escritórios virtuais vêm com um endereço de rua, recepção em serviço, encaminhamento de e-mail e outros serviços comerciais.


Ao avaliar as opções de escritório virtual, os proprietários de pequenas empresas devem fazer o seguinte:


1. Legitimidade e longevidade dos negócios.


Verifique se o provedor do escritório virtual está no mercado há mais de cinco anos (não é um provedor fly-by-night) e se tem revisões documentadas dos clientes.


2. Outros estão compartilhando o escritório virtual.


Confirme quantas outras empresas - e quais tipos - estão registradas no mesmo endereço. Nesse caso, uma marca de pequena empresa não será prejudicada ao compartilhar o mesmo espaço com outras empresas. 


3. classificação de SEO.


Certifique-se de receber um número de suíte, além de um endereço. Isso é fundamental para que uma empresa seja classificada nas listagens do Google Meu Negócio.


4. Recepcionista virtual.


Com relação ao ponto acima, as listagens do Google Meu Negócio também procuram escritórios que mantenham o horário comercial.


Classificações para escritórios virtuais sem uma recepcionista virtual sofrem. 


5. Outros serviços e comodidades.


Verifique quais outros serviços comerciais são fornecidos, como recebimento e encaminhamento de correspondência, recepcionista e disponibilidade de espaço para coworking, escritórios diários e salas de reuniões...


Gostou das dicas desse post? Esperamos que sim!


Nos acompanhe aqui no blog Multioffice Escritório Virtual e também nas nossas redes sociais.


Nos esforçamos pra levar conteúdos relevantes para você, caro leitor.

Até a próxima!


Empreendedorismo: Um Terreno Fértil Para o Ressentimento Nos Negócios


Somos empresa associada: Associação Nacional de Coworking e Escritórios Virtuais

ANCEV Associação Nacional de Coworking e Escritórios Virtuais

© 2018 - Multioffice Escritório Virtual | Rua Silveira Lobo, 32 - Casa Forte - Recife - PE | CEP: 52061-030